Rua Celso Garcia, 2.210
Belém, São Paulo - SP

(11) 2796-9122 (op. 5)

  • FAESP - Facebook Oficial
  • FAESP - Instagram Oficial

©2019 Faculdade Evangélica de São Paulo (FAESP)

Desde de 1979, a Faculdade Evangélica de São Paulo (FAESP) procura proporcionar aos seus alunos os critérios e os princípios que ajudem ao reto uso dos meios científicos e técnicos logrados pela inteligência do homem. 


Desta forma, Deus aparece atrás da técnica, como sendo inventor daquele que a inventa e, portanto, regulador e mestre daqueles que a usam.


Nesse sentido, a Faculdade Evangélica de São Paulo (FAESP) proporciona este curso como elemento de uma nova ordenação antropológica da ciência e do progresso, fazendo homens cheios de consideração pelo Criador e pelas suas criaturas, que consolidem uma sociedade verdadeiramente humana, e, assim, verdadeiramente cristã, capaz de interferir e contribuir com a melhoria da sociedade onde está inserido. 


São estes postulados educacionais que induziram a Mantenedora Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Ministério do Belém à criação da Faculdade Evangélica de São Paulo (FAESP) e embasaram a organização de um Curso de Teologia para o qual se propõe a oferecer em conformidade com as exigências da legislação, sem perder de vista os critérios norteadores para formação e preparação de pessoas vocacionadas conscientes de seus deveres e prontos a servir ao Reino dos Céus e à Sociedade.

Palavra do Reitor

Pr. Elias Torralbo

“Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tua a inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.” (Dt 6.5-7)

Embora esteja no Antigo Testamento, seja destinado originalmente ao povo de Israel, e seja um estímulo ao ensino da Lei de Deus em um ambiente familiar, este texto revela a natureza de um princípio estabelecido por Deus em torno do ensino e da transmissão de conhecimento. Este texto trata-se de uma convocação para que haja uma entrega completa a Deus, e que, de acordo com a continuidade do mesmo, isto só será possível mediante o aprendizado a respeito do Senhor, reafirmando assim a importância do ensino das Escrituras.

Em toda a Bíblia somos informados a respeito da importância e do quão indispensável é o ensino das verdades eternas de Deus, inclusive, é por meio do ensino que a ordem do Senhor Jesus à Igreja de “fazer discípulos de todas as nações” (Mt 28.19-20), pode ser cumprida. O apóstolo Paulo falou sobre a relevância deste ministério, e da necessidade de dedicação para a sua execução (Rm 12.7), além do incentivo que deu a Timóteo para que compartilhasse o que havia recebido (II Tm 2.1-2).

Fundamentada nessas verdades, a FAESP – Faculdade Evangélica de São Paulo – tem a obediência à ordem divina como motivação, a formação de bons cristãos e obreiros fiéis como missão, e o ensino da boa Teologia como principal objetivo. Por isso, há 40 anos tem se dedicado no ensino das Escrituras, contribuindo com a Igreja, coletivamente, e com pessoas, individualmente, tendo como base principal a natureza do serviço à comunidade cristã, e a glória de Deus.

Tenho consciência da grandeza dessa história; no entanto, não perco de vista, os grandes desafios que temos pela frente. Os tempos são difíceis e de grande confusão, mas isso serve-nos também como grande oportunidade de contribuirmos com as pessoas, principalmente na missão de darmos a elas, por meio da Palavra de Deus, a clareza tão necessária, e é isso que temos procurado fazer junto da FAESP.

Temos trabalhado no fortalecimento e ampliação de nossa atuação teológica, lançando bases firmes, para avançarmos em outras áreas educacionais, sempre com uma cosmovisão cristã, ortodoxa e confessional. Me sinto privilegiado por Deus em ter a oportunidade de contribuir de alguma forma com essa história, auxiliando nossos líderes, Pr. José Wellington Bezerra da Costa e Pr. José Wellington da Costa Júnior, e poder trabalhar ao lado de pessoas comprometidas com o Reino e a Igreja de Deus.

Portanto, com a consciência de que há muito a ser feito, encerro com as palavras do próprio apóstolo Paulo: “Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Fp 3.13-14)

A Deus seja a Glória!